APEC -- Intercessão | 16 DE JUNHO - Dia de oração pela criança africana.
Entre em contato com a APEC mais próxima: clique aqui


O MAIOR PROBLEMA NA ÁREA DO ENSINO DAS CRIANÇAS EM MINHA IGREJA É?


Total de Votos   1833
Ver Resultado

Visualizar todas Enquetes

16 DE JUNHO - Dia de oração pela criança africana.


 

Os piores países

do mundo para

uma criança viver

estão na África,

segundo a ONU.

 

As crianças africanas vivem com privações:

- Físicas – higiene, saúde, alimentação...
- Emocionais – conflitos tribais, guerras e revoluções constantes...
- Sociais – exploração de mão de obra infantil...
- Intelectuais – analfabetismo...
- Espirituais – a idolatria, o animismo, o islamismo...

Os países que falam o português na África são:

ANGOLA - CABO VERDE - GUINÉ BISSAU - MOÇAMBIQUE
SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE - GUINÉ EQUATORIAL (Este país além
do espanhol, adotou o português como língua oficial)


COMO ORAR PELAS CRIANÇAS E PELA
APEC DESTES PAÍSES AFRICANOS?

1) Separe um período de seu tempo para orar pelos assuntos
listados abaixo.

2) Aproveite os momentos de oração antes das refeições para
incluir estes assuntos.

3) Envolva pelo menos um companheiro de oração neste período,
durante 10 minutos.

4) Promova reuniões específicas de oração em sua casa ou
em sua igreja durante este período.


PELO QUE ORAR?

1) Para que, no alcance das crianças, surja uma nova geração
no continente africano, que ame ao Senhor Jesus.

2) Para que o avanço do animismo e do islamismo na África
seja interrompido.

3) Para que as crianças que vivem em países onde há
violência devido aos conflitos políticos e religiosos sejam
protegidas. Tem havido mortes brutais de crianças e/ou de
seus familiares, deixando crianças orfãs e completamente vulneráveis.

4)  Para que as igrejas e organizações cristãs na ÁFRICA
sejam abençoadas com liderança comprometida com o Senhor e Sua Palavra.

5) Pela vinda de líderes dos países da África Portuguesa
para o Brasil a fim de participarem do  Instituto de Liderança
para o Ministério com Crianças (ILMC), em regime de internato
na Sede da APEC no município de Mairiporã-SP, nos meses de
janeiro a março de cada ano. Isto inclui finanças para
patrocinar a viagem e a estadia dos candidatos africanos.
Ore para que o Senhor incline pessoas e igrejas para
investirem e patrocinarem estes líderes que trabalharão com
a APEC ao retornarem aos seus países.


ASSUNTOS PARA ORAÇÃO

1. ORE PELAS NECESSIDADES DA APEC nos países
africanos relacionados acima:

a) Finanças para o desenvolvimento o trabalho - As APECs
em Angola e em Moçambique estão construindo Sedes,
onde também realizarão treinamentos e ministério com
crianças (Acampamento Boas Novas).

b) mais obreiros;

c) Pessoas voluntárias com disposição para cooperar;

d) Estratégias para um maior alcance das crianças.

2. ORE PELAS NECESSIDADES DOS MISSIONÁRIOS
DA APEC nos países africanos relacionados acima:

a) Sabedoria para conduzir o trabalho;

b) Santidade para agradar ao Senhor;

c) Sustento para as necessidades diárias;

d) Saúde física, emocional, mental e espiritual.


PARA TER MAIS INFORMAÇÕES ENTRE EM CONTATO DIRETAMENTE COM AS APECs:

PAÍS

MISSIONÁRIO RESPONSÁVEL

E-MAIL

ANGOLA

Evalina Castro Teodoro 

 

evalinateodoro@gmail.com

 

CABO VERDE

 Eliseu Daniel Almeida D. Delgado

 

eliseudanieldelgado@gmail.com

 

 GUINÉ –BISSAU

 Zinha Ie da Silva

 

meboeu@hotmail.com.

 

 GUINÉ-EQUATORIAL

 Agapito Mang A. Abingo

 

agapito.apen.ge@gmail.com

 

 MOÇAMBIQUE

 Jossefa Ngomane

 

jossefa.ngomane@gmail.com

 

 SÃO TOMÉ E PRINCIPE

 

Abdu Sousa

 

 

abdusousa77@gmail.com

 

 

UM POUCO DA HISTÓRIA DA APEC NESTES PAÍSES:

Desde 1996, a APEC do Brasil vem realizando o Projeto “Crianças da África Portuguesa para Cristo”, evangelizando e discipulando crianças, equipando obreiros e igrejas com literatura, treinando e capacitando professores e líderes para o ministério com as crianças.

Hoje a APEC está estabelecida em ANGOLA, CABO VERDE, GUINÉ BISSAU, MOÇAMBIQUE e SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE, com missionários nacionais, alguns treinados pelo Instituto de Liderança para o Ministério com Crianças, ILMC, aqui no Brasil e a maioria treinados nos ILMCs que foram realizados em Moçambique (2007) e Guiné-Bissau (2009).  

Em 2009, durante a Operação “Operação Guiné-Bissau”, alguns obreiros assim se expressaram:

 “A maioria dessas crianças nunca foi à uma escola, nunca teve um carrinho ou uma boneca para brincar, nunca comeu um bife inteiro, nunca tomou um sorvete, nunca ganhou um abraço do papai ou da mamãe, nunca ouviu um “Eu te amo”, nunca ouviu a frase “Jesus te Ama”. Rogério e Fabiana (missionários da Associação Presbiteriana de Missões Transculturais, APMT, que hospedaram em Gabu o ILMC, com tanto amor).

“Chorei muito ao ver a miséria espiritual do povo”. Ádla Fernanda (missionária da APEC na Região de Jundiaí-SP).

“Crianças famintas e subnutridas, já escravizadas por uma cultura diabólica que as mantém presas desde a mais tenra idade, tendo os corpos carregados de amuletos em sua pele suja e maltratada”. Natanael Negrão (missionário da APEC responsável pelo trabalho da APEC na Região Centro Oeste, Sudeste e Sul do Brasil).

A África é um continente pobre e subdesenvolvido, os principais problemas são: a fome, a maior taxa de natalidade do mundo, epidemias (a AIDS é a principal), conflitos étnicos armados, falta de saneamento básico, moradia precária, tráfico de seres humanos; as crianças são compradas para ajudar nos campos, minas, fábricas ou no trabalho doméstico, casos de prostituição infantil e, de tortura e sacrifícios em rituais de magia negra.

Em março deste ano saiu o resultado de uma pesquisa feita pela ONU um levantamento histórico do estado de felicidade global, a World Happiness Report 2017 (Relatório Mundial da Felicidade 2017), com base em estatísticas e variáveis tais como o Produto Interno Bruto das nações, a esperança média de vida, entre outros índices socioeconômicos. Dos 144 países que fizeram parte da pesquisa, 44 são africanos. Resultados apontaram que: “os países africanos estão entre os menos felizes”.

No entanto, um dos pontos analisados na pesquisa, é uma comparação entre as expectativas das pessoas sobre o presente e sobre o futuro e quão surpreendente foi o resultado, “O povo africano é essencialmente otimista”, um otimismo excepcional comparado à realidade que vivem.

E este otimismo ocorre entre os jovens como uma ferramenta de defesa para suportar os problemas e para manter viva a esperança de um futuro melhor.

O otimismo dos africanos reflete na APEC da África Portuguesa que tem se empenhado e trabalhado com muito amor e dedicação, para levar o amor de Deus a todas as crianças do país.

“ORE sem cessar pela salvação das crianças de Angola”. Isaac Bondo (missionário da APEC em Angola).

Se nós não falarmos de Jesus às crianças que tanto precisam, elas acabarão se perdendo nas mãos de outros mestres que não pregam a Verdade da palavra de Deus”. Jossefa Ngomane (missionário e Diretor Nacional da APEC de Moçambique).

A APEC do Brasil só pode exaltar e louvar ao Senhor ao contemplar hoje os frutos de um Projeto que teve início em 1996, e que foi realizado porque irmãos e igrejas apoiaram com suas orações e ofertas.

Que o Senhor incline o seu coração para se tornar um intercessor e um cooperador da APEC nos países da África portuguesa.