APEC -- Evangelismo | CAMPANHAS
Entre em contato com a APEC mais próxima: clique aqui


O MAIOR PROBLEMA NA ÁREA DO ENSINO DAS CRIANÇAS EM MINHA IGREJA É?


Total de Votos   1124
Ver Resultado

Visualizar todas Enquetes

CAMPANHAS


CONSIDERAÇÕES GERAIS 

A mensagem do Evangelho – as Boas Novas da Salvação em Cristo – tem sido anunciado, através dos séculos de maneiras diferentes. O homem muda, os métodos também precisam mudar. É por isso que certos métodos aparecem e desaparecem.

Atualmente, um método que tem sido usado de forma eficiente em muitos lugares, chama-se “campanha Evangelística”. Campanhas são reuniões especiais, dedicadas à transmissão da mensagem do Evangelho às crianças.

A raiz da palavra campanha dá a ideia de uma realização fora do comum, de um acontecimento especial. O Evangelho deve ganhar destaque em todas as partes do programa. Para se realizar uma Campanha, é necessário meses de oração, preparo e uma boa dose de disposição.

Por serem reuniões para grandes grupos – onde se espera centenas de crianças, é imprescindível haver organização e preparo de uma equipe. Esta equipe será responsável dentre outras coisas, pela disciplina e pelo aconselhamento. Estes ajudantes deverão estar identificados com um crachá e cuidarão de qualquer eventualidade.

PROPÓSITO 

O Propósito principal da Campanha é alcançar crianças não salvas. Estas crianças, as vezes, esquivam-se em vir a Igreja em trabalhos normais.
Entretanto, se realizarmos uma Campanha Evangelística será mais fácil as crianças receberem a permissão dos pais para assistir.
Das muitas coisas a serem consideradas, abordaremos os pontos seguintes: duração, programa, Conservação dos frutos e equipe.

DURAÇÃO 

Antes de determinar o nº de reuniões para a Campanha, leve em conta a idade das crianças. Por se tratar de reuniões de crianças, não é aconselhável realizar a Campanha durante muitos dias, nem ter reuniões muito prolongadas.

Dê atenção também ao horário. As reuniões noturnas para crianças devem começar cedo.

O número ideal de reuniões é de 3 dias, começando na sexta-feira e terminando no domingo. Quando pensar na data, cuide que não coincida com feriados, pois comprometerá sensivelmente a participação das crianças. Quando fala-se em 3 dias, fala-se de um ideal. Entretanto, pode realizar a Campanha em apenas dois dias.

Para seu conhecimento, esclarecemos que a Campanha não pode ser feita em apenas um dia. O trabalho de um único dia deve ser chamado de culto Evangelístico e nunca de Campanha.

PROGRAMA 

Antes de considerar a programação pense em quem serão os participantes do programa. Precisamos ter alvos definidos e específicos, bem como peculiares para cada grupo de pessoas.

Uma reunião bem sucedida depende em grande parte, da dosagem e variedades de cada parte do programa.

BOAS VINDAS
CÂNTICOS  
MEMORIZAÇÃO DE VERSÍCULOS
MENSAGEM E APELO
ATRAÇÃO ESPECIAL  
ATIVIDADES EXTRAS
ENCERRAMENTO
ACONSELHAMENTO AOS DECIDIDOS

EQUIPE DE TRABALHO 

A Igreja é responsável direta por toda a preparação da Campanha. Cabe a Igreja apontar também, todos os membros da equipe, desde o diretor geral até os conselheiros.
A equipe terá trabalho antes, durante e depois da campanha.

ANTES DA CAMPANHA:

1.Diretor Geral – o diretor deve ser uma pessoa com experiência em liderar grupos de trabalho e com visão das necessidades espirituais das crianças.
2.Intercessores – A oração é, sem dúvida, o sustentáculo do programa. Deve haver um grupo de pelo menos 5 pessoas orando. Eles devem receber pedidos específicos para a oração como: Conversão de crianças, Boa ordem, Proteção de Deus nas viagens, etc.
3.Propagandistas – Dizem que “a Propaganda é a alma do negócio”. Esta verdade também se aplica na campanha. Por isso, divulgue a promoção: faça cartazes, faixas, convites impressos, ponha uma notinha em qualquer outro veículo de Comunicação.

DURANTE A CAMPANHA:

1.Dirigente do Programa – O dirigente deve ser uma pessoa que tenha experiência em trabalhos com crianças, alguém que saiba fazer pequenas transições entre as partes. Deve acompanhar todo o programa, não permitindo intervalos entre as partes. A direção dos cânticos também é sua. Caso não tenha esse talento, poderá convidar alguém para substituí-lo nesta parte.
2.Mensageiro – Procure alguém que saiba falar à grupos grandes de crianças e que saiba apresentar o plano de salvação com clareza.
3.Responsável pelo Especial – Uma pessoa criativa, capaz de fazer algo simples e barato, mas atraente e funcional.
4.Instrumentista – Uma ou duas pessoas que toquem bem os instrumentos a serem usados.
5.Monitores  - O programa pode ser muito bem planejado, mas se não houver silêncio, não haverá aproveitamento. Por isso, há necessidade de pessoas adultas para sentarem junto às crianças para manterem o silêncio e a ordem.
6.Recepcionistas – São pessoas que permanecerão à porta dando boas vindas e conduzindo as crianças aos seus lugares. Para este posto, procura-se pessoas alegres, que saibam dar uma calorosa boas-vindas às crianças.
7.Conselheiros – Como já mencionamos eles são indispensáveis. Buscamos pessoas que saibam conduzir crianças a Cristo.
8.Som – Em reuniões grandes é necessário ainda ter um bom serviço de som.

APÓS A CAMPANHA:

Discipulado – É muito importante ter o endereço das crianças, visita-las, enviar literatura, e envolver a criança no Programa da “TURMA DA BÍBLIA” que utiliza material do curso por correspondência “Investigadores da Bíblia” com as crianças,

CONCLUSÃO: Com estas informações esperamos ter aberto os seus olhos para o valor das Campanhas Evangelísticas, como você percebeu não é uma abordagem analítica do assunto. Mesmo assim esperamos ter transmitido as informações básicas e indispensáveis ao trabalho. Faça uma Campanha e tenha a alegria de alcançar crianças para Cristo, além de despertar a Igreja para esse trabalho.

A APEC dispõe de lições especiais para esse tipo de programação. Conheça aqui.

 

Acesse no MENU ao lado algumas opções de evangelismo.

Acesse também no MENU á esquerda a opção PROJETOS.

Para saber mais sobre os diversos ministérios
com as crianças escreva para: ministerial.apec@apec.com.br