APEC -- O QUE ESTÁ FALTANDO PARA CONSEGUIR AJUDAR AS CRIANÇAS? 2
Entre em contato com a APEC mais próxima: clique aqui


O MAIOR PROBLEMA NA ÁREA DO ENSINO DAS CRIANÇAS EM MINHA IGREJA É?


Total de Votos   1833
Ver Resultado

Visualizar todas Enquetes

2016-07-20 | Administrador

O QUE ESTÁ FALTANDO PARA CONSEGUIR AJUDAR AS CRIANÇAS? 2

As crianças estão a mercê de variadas influências negativas: tv, internet, más companhias, adultos abusadores, ensinos tendenciosos, má literatura etc.

O QUE ESTÁ FALTANDO PARA CONSEGUIR AJUDAR AS CRIANÇAS? 2

No artigo anterior, verificamos as perguntas da enquete que está no SITE da APEC e as colocações feitas pelos participantes da mesma, concluindo com a pergunta: O QUE DE FATO FAREMOS? 

A resposta é transformar as questões da enquete em Projetos a serem desenvolvidos pelas famílias que amam a Cristo e pelas Igrejas.

Eis então os Projetos que poderão ser executados:
1) Restaurar a prática do Culto em Família.
2) Buscar tempo para conversar e orientar as crianças.
3) Ter um Programa de ensino eficiente na igreja.
4) Buscar treinamento apropriado.
5) Elaborar materiais com conteúdo que ensinem valores e virtudes.

Na preparação de um Projeto certos passos são fundamentais. Um deles é responder a determinadas perguntas em relação ao Projeto, colocando as devidas respostas por escrito. Quando se faz isso, o Plano de Ação se descortina e fica mais claro o caminho a ser seguido no Projeto. Anote as perguntas que devem ser respondidas:

 

> O que fazer?
> Por que fazer?
> Onde fazer?
> Como fazer?
> Quando fazer?
> Quem fará?
> Quanto custará?
> Quais os recursos necessários?
> E depois?

Use estas perguntas, por exemplo, para o item 1) RESTAURAR A PRÁTICA DO CULTO EM FAMÍLIA: O que fazer? Por que fazer? Onde fazer? Como fazer? Quando fazer? Quem fará? Quanto custará? Quais os recursos necessários? E depois?
Reúna um grupo de pais de sua igreja local, e juntamente com a liderança da mesma, trabalhem juntos nas respostas a estas perguntas. Claro que haverá uma boa discussão, levantando a realidade em que vivem as famílias hoje, com seus principais anseios e dificuldades, e surgirão preciosas ideias.
O mesmo princípio poderá ser aplicado para cada um dos itens destacados nesta enquete promovida pela APEC.

O MAIS IMPORTANTE A SER FEITO

Pensar no que seria o mais importante a ser feito é fundamental em todas as áreas da vida, quanto mais nesta que envolve ajudar as crianças a enfrentar as influências más que as rodeiam.
E o que seria, de fato, o mais importante?
É preciso encarar a verdade que o maior problema não é o que nos atinge de fora para dentro e sim o problema que está dentro de nós mesmos, lá no fundo do próprio coração.
Ninguém conseguiu expressar isso tão bem como Jesus Cristo, que disse: “O que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios,a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura.Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.”(Marcos 7:20-22)
O ensino da Palavra de Deus é claro quanto a isto, e cada um que nasce na raça humana pode afirmar categoricamente: “Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe.” (Salmo 51:5). Eis a triste realidade: ”Não há justo, nem um sequer.” (Romanos 3:10)
É exatamente por causa disto que Deus, por amor ao ser humano, enviou o seu Filho Unigênito, que veio para sofrer em si o castigo e a condenação de Deus em relação ao pecado. Jesus veio para substituir o pecador, o que de fato aconteceu quando Ele morreu na cruz do Calvário, e que ficou totalmente garantido pela Sua triunfante ressurreição ao terceiro dia de sua morte.
E o Projeto de Deus é que todo aquele que crê em Seu Filho Jesus Cristo, seja salvo do pecado e se torne um filho de Deus, recebendo Jesus em sua vida, tornando-se, assim uma nova criatura.
Pois bem, o mais importante a ser feito pelas crianças é ensinar-lhe exatamente o evangelho, pois são estas boas novas pregadas, ouvidas e cridas, que mudam o coração. Sim, as crianças precisam ser evangelizadas.
Uma criança que se torna uma nova criatura pela fé em Cristo, salva pelo Senhor, habitada assim, pelo Espírito Santo, será vitoriosa em relação as influencias negativas que procurarão atingi-la não só na infância mas durante toda a sua vida.

OUTRAS AÇÕES, MUITO IMPORTANTES, A SEREM FEITAS

O que mais deveria ser feito, além de conduzir as crianças a Cristo, evangelizando-as e praticando as ações propostas pela enquete:
1) Ter regularidade no Culto Doméstico.
2) Ter tempo de qualidade para conversar e orientar as crianças.
3) Ter um Programa de ensino eficiente na igreja. 
4) Buscar treinamento para saber como agir. 
5) Ter acesso a materiais que ensinem valores e virtudes.
Sim, que mais deveria ser feito?

ONDE ESTÃO OS PROTESTANTES?

Houve um tempo em que os crentes eram chamados de protestantes. Há uma necessidade urgente de este título ser resgatado. É preciso protestar contra toda e qualquer ação perniciosa, seja ela qual for.
Muitos ensinos tendenciosos que estão sendo levados às crianças nas escolas, assim como muitos programas perniciosos que estão sendo levados às crianças nas diversas mídias, precisam ser repelidos, inclusive porque ferem a própria constituição do país. Estes ensinos e programas precisam ser denunciados e os responsáveis têm que ser levados a responder diante da justiça por seus atos.
As crianças não têm voz e temos que falar por elas, como nos recomenda a sabedoria: “Abre a boca a favor do mudo, pelo direito de todos os que se acham desamparados. Abre a boca, julga retamente e faze justiça aos pobres e aos necessitados.” (Provérbios 31:8,9). É bom também trazer à memória esta frase de Edmund Burke: "A única coisa necessária para o triunfo do mal é que os homens bons não façam nada."
É necessária a presença de “protestantes” nos Conselhos Tutelares em todos os municípios do Brasil, para ajudarem em relação às crianças que são abusadas das mais variadas formas. E mesmo em relação a atitudes abusadoras que muitas vezes são cometidas até por aqueles que são chamados “cristãos” e que ocupam funções de destaque no meio evangélico, não se pode ficar calado, ou mesmo querer mostrar uma certa deferência e compaixão pelo fato da pessoa envolvida ser algum líder. Vitor Hugo, numa de suas célebres frases, afirmou: “A compaixão nem sempre é uma virtude. Quem poupa a vida do lobo, condena à morte as ovelhas.”

CONCLUSÃO

Bem, a questão está colocada: As crianças estão a mercê de variadas influências negativas: tv, internet, más companhias, adultos abusadores, ensinos tendenciosos, má literatura etc. o que está faltando para conseguir ajudar as crianças?
Podemos concluir dizendo que, acima de tudo, temos que ouvir o Mestre dos Mestres, que ao tratar das crianças deu sábias instruções, registradas pelos evangelistas Mateus e Marcos. Que possamos examiná-las, novamente, com bastante atenção, e atendê-las:

Mateus capítulo 18:

5 e quem receber uma criança, tal como esta, em meu nome, a mim me recebe.
6 Qualquer, porém, que fizer tropeçar a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar.
7 Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual vem o escândalo!
8 Portanto, se a tua mão ou o teu pé te faz tropeçar, corta-o e lança-o fora de ti; melhor é entrares na vida manco ou aleijado do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno.
9 Se um dos teus olhos te faz tropeçar, arranca-o e lança-o fora de ti; melhor é entrares na vida com um só dos teus olhos do que, tendo dois, seres lançado no inferno de fogo.
10 Vede, não desprezeis a qualquer destes pequeninos; porque eu vos afirmo que os seus anjos nos céus vêem incessantemente a face de meu Pai celeste.
11 [Porque o Filho do Homem veio salvar o que estava perdido.]
12 Que vos parece? Se um homem tiver cem ovelhas, e uma delas se extraviar, não deixará ele nos montes as noventa e nove, indo procurar a que se extraviou?
13 E, se porventura a encontra, em verdade vos digo que maior prazer sentirá por causa desta do que pelas noventa e nove que não se extraviaram.
14 Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos.

Marcos capítulo 10:

13 Então, lhe trouxeram algumas crianças para que as tocasse, mas os discípulos os repreendiam.
14 Jesus, porém, vendo isto, indignou-se e disse-lhes: Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus.
15 Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele.
16 Então, tomando-as nos braços e impondo-lhes as mãos, as abençoava.

Gilberto Celeti
superintendencia.apec@apec.com.br

 

 
| 1 |2 |3 |4 |5 |6 |7 |8 |9 |10 |11 |12 |13 |14 |15 |16 |17 |18 |19 |20 |21 |22 |23 |24 |25 |26 |27 |28 |29 |30 |31 |32 |33 |34 |35 |36 |37 |38 |39 |40 | 41 |42 |43 |44 |45 |46 |47 |48 |49 |50 |51 |52 |53 |54 |55 |56 |